Só um mês na Irlanda, dá pra aproveitar?

A Irlanda é conhecida pelos intercâmbios de longa duração que você pode trabalhar e estudar. Porém, existem pessoas que escolhem a Ilha Esmeralda para passar um único mês, aproveitando o que há de melhor da terra dos Leprechauns e tornando esses trinta dias inesquecíveis.


Por isso, no Viajei também de hoje, conto com a participação da Priscila Faraco, 32, técnica administrativa que descreve suas experiências e descobertas vividas em Dublin - Irlanda.

Fonte: arquivo pessoal

Onde estudou e como foi a experiência?


Decidi fazer o intercâmbio para melhorar o inglês, conhecer uma nova cultura, saber como é o país e como os habitantes vivem.

Viajei durante as minhas férias em maio deste ano para o curso de um mês na escola The Studio English em Dublin - Irlanda.

Meu horário de aula era das 9h00 às 12h15. A professora foi ótima e tinha algumas atividades extras classe, por exemplo, um dia fizemos picnic com os alunos num parque próximo.


Como você fechou o intercâmbio? A escolha foi boa?


Para escolher a escola na Irlanda eu fechei com uma agência aqui do Brasil chamada Global Study. É mais fácil por causa da parte burocrática, eles possuem os contatos com as escolas e dão informações sobre o local que será o intercâmbio.

Porém só fechei com eles a escola. As passagens, estadia e passeios foi tudo por conta própria.

Talvez seja interessante fechar o seguro saúde com eles também, porém descobri que o meu cartão de crédito dava trinta dias de seguro saúde no exterior, então não precisei pagar por isso.


Que tipo de acomodação você escolheu e como foi a experiência?


Fiquei na Egali Hostel durante os trinta dias. A experiência foi ótima, o hostel é bem organizado e limpo. Em geral os hóspedes seguem as instruções para manter o local tranquilo.

É importante frisar que nesse tipo de acomodação fazemos muitas amizades e as mesmas estão sempre abertas a conversar. Tem alguns probleminhas, como pessoas roncando no quarto e você não consegue dormir, e também, não tem muita privacidade, mas em geral é tranquilo.

Como era apenas um mês, você não precisa se preocupar em fazer limpeza e com os horários de entrada e saída.

Algumas pessoas que estavam em Casas de Família tiveram problemas com os horários. Em Dublin, os transportes públicos não funcionam a noite toda, então acaba sendo um transtorno você sair à noite e ter que pegar condução para voltar. Quem fica no centro é privilegiado, pois lá é tudo muito perto.


Fonte: arquivo pessoal


Porque escolheu a Irlanda e o que achou do local?


Escolhi a Irlanda porque era um país que, teoricamente, estava mais acessível para fazer o intercâmbio.

Os irlandeses são bem receptivos a estrangeiros. É importante falar que é brasileiro e que não entende muito inglês, assim eles falam mais devagar, e também são bem atenciosos para dar informações quando você está perdido.

A comida em geral é mais apimentada do que a brasileira.

Transporte publico é bem simples e os ônibus possuem wifi grátis, basta fazer um cadastro rápido. Aliás, a maioria dos lugares são assim em Dublin.

Adorei os castelos, a Irlanda tem muita história, você se sente naqueles filmes épicos.

Não gostei de saber que eles não tem muito costume de escovar os dentes e tomar banho, mas isso faz parte da cultura da Europa em geral.


Fonte: arquivo pessoal


Que lugares você conheceu durante o intercâmbio?


Como fique apenas um mês, tentei conhecer o máximo de Dublin nos dias de semana depois da aula e nos finais de semana eu fazia as viagens mais longas.

Conheci todos os parques de Dublin, e adorei correr por lá, os locais são planos e não tem muita mudança na altitude.

O Cliffs of Moher é um lugar lindo, vale muito a pena ir, lá eles oferecem um barco para você ver os cliffs pelo mar, mas eu achei que não valeu a pena. Porém, para os Cliffs todos devem ir, é maravilhoso.

Em Belfast, sugiro que se estiver com tempo faça em dois dias, tem o Museu do Titanic e não tive tempo de entrar, apenas conheci pelo lado de fora, mas a cidade é linda. Lá eu também fui no Giants Causeway, que são formações rochosas bem bonitas.

Passei um final de semana em Londres, que é uma cidade extremamente cara, mas vale a pena passar uns 3 dias lá, muito importante conhecer o British Museum (entrada gratuita), é realmente lindo, fiquei quatro horas lá dentro e só não fiquei mais por falta de tempo.

No ultimo final de semana conheci o Malahide Castle. É muito mais bonito por fora do que por dentro, então se não tiver aquele dinheirinho para entrar, não tem problema, o jardim dele é muito bacana.


Você tem alguma sugestão para quem está indo viajar?


Leve algumas roupas que você ache confortável daqui, lá as coisas não são tão baratas, mas casacos de frio valem a pena, são de ótima qualidade e você pode encontrar ótimas promoções.

Um item indispensável é o guarda chuva e capa de chuva!

Se você vai dividir quarto, leve tapador para os ouvidos e cadeado para guardar coisas importantes.

Não tive muitas dificuldades, mas é importante saber ver um mapa ou usar o GPS do celular para encontrar os caminhos.


Fonte: arquivo pessoal


#dublin #intercâmbioIrlanda

Busca
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Social  Icon

© 2016 - Todos os direitos reservados • Viajei no Intercâmbio

  • Black YouTube Icon
  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black